The Economy of Francesco

os jovens, um pacto, o futuro

logo ef

os jovens, um pacto, o futuro

EVENTOS INTERNACIONAIS

22-24 de Setembro de 2022 - Assis

22-24 de Setembro de 2022, Assis

"The Economy of Francesco"

os jovens, um pacto, o futuro

Última hora:

publicada hoje a carta com a qual o Papa Francisco convoca jovens economistas, empresários e empresárias, em Assis para propor um pacto para uma nova economia. A economia de comunhão participa da Comissão Organizadora do evento em conjunto com a diocese e o Município de Assis e o Instituto Serafico.

0

#EoF - Filipinas, «O esforço comum para vencer a pobreza».

#EoF: histórias - Viory Janeo está entre os responsáveis pela Kalinangan Youth Foundation (Fundação da Juventude Kalinangan) para formar jovens líderes para o bem comum

por Stefano Vecchia

publicado no site Avvenire em 23/12/2021

«A primeira vez que ouvi falar disso foi de um colega na universidade onde leciono. Curiosa, visitei o site da Economia de Francesco (EoF) e achei interessantes os argumentos dos workshop. Embora os interventos estivessem marcados para as 23h nas Filipinas, decidi participar devido à oportunidade de aprender com especialistas na minha área de estudo e também para expandir a minha rede de contatos e encontrar colegas com os mesmos interesses, com um profundo respeito pela ciência econômica. Em um determinado momento do programa, a EoF propôs a apresentação de projetos e estudos. Eu decidi tentar também, em um momento que era ideal para mim, dado que eu estava trabalhando na pesquisa do meu doutorado».

Quem narra o seu encontro com a Economia de Francisco é a própria Viory Janeo, uma jovem professora da Universidade da Ásia e do Pacífico com sede em Manila e uma das responsáveis pela Fundação da Juventude Kalinangan, uma organização comprometida com a formação de jovens que aspiram ao papel de lider. Desde julho passado, ela também faz parte da Accademia di Economy of Francesco. O seu envolvimento na EoF foi imediato e convicto. Em uma das primeiras reuniões em que participou, ela pediu para fazer parte do grupo encarregado de discutir o tema "Pobreza e Miséria", inspirando-se nele para delinear um projeto de capacitação sustentável que poderia ajudar a combater a pobreza nas Filipinas através da educação financeira e da formação de valores. «A minha esperança - ela lembra - sempre foi que os beneficiários pudessem ser capacitados, devidamente motivados, para lutar pela melhoria, compartilhando o conhecimento adquirido com outros e, ao fazê-lo, ativando em cada um o espírito de bayanihan ("cooperação" ou "esforço comum" em nossa língua)». 

«A participação na EoF influenciou positivamente a minha visão do mundo. Fazer parte de uma comunidade global me permite aprender com as experiências de outros que operam em diferentes ambientes e situações. Isto abre meus olhos para a verdade de que os desafios que enfrentamos em nosso país não são exclusivamente nossos. Mesmo os países mais desenvolvidos enfrentam os mesmos obstáculos institucionais que nos impedem de atingir nosso pleno potencial como sociedade. Além disso, estou inspirada pela determinação dos participantes em ajudar aqueles que muitas vezes são negligenciados e marginalizados».

A relação que Viory Janeo identifica entre ciência econômica e fé é interessante, e deriva de seus estudos e de sua experiência de ensino e compromisso social, confirmada pelas iniciativas da Economia de Francisco. «O meu interesse em matemática e em ciências, fruto dos estudos do ensino médio, também influenciou a minha decisão de me matricular no curso de Economia Industrial na universidade onde trabalho atualmente. Aqui desenvolvi habilidades técnicas e humanísticas que eventualmente me ajudaram a entender o poder da Economia como disciplina e a dimensão de como os conceitos que estudei influenciam as políticas e preocupações econômicas no mundo real e a humanidade em geral».

Daí a plena compreensão de que as ciências sociais têm como base uma causa superior que as orienta para o bem comum. Pode esta causa ser a fé? «Eu as vejo assim, - especifica - enquanto algumas escolas de pensamento veem a ciência e a religião como distantes se não antagônicas, eu cheguei pessoalmente à convicção de que elas são realmente compatíveis. Estou convencida de que todo esforço humano deve ser guiado por algo que tem origem na lei natural e é aqui, creio eu, que a ciência e a religião se cruzam. Enquanto a economia parece estar interessada apenas em números indiferentes, o fato de ser uma ciência social indica que esses números acabam tendo um impacto na sociedade. Em resumo, tudo o que é humano deve ser elevado a um nível superior definido dentro da estrutura da religião ou da fé, e os princípios orientadores da religião são o que pode tornar qualquer pesquisa científica mais humana».

Image

vá para O ARQUIVO

Lìngua: PORTUGUÊS

Filtrar por Categorias

Siga-nos:

A economia do dar

A economia do dar

Chiara Lubich

«Ao contrário da economia consumista, baseada numa cultura do ter, a economia de comunhão é economia da partilha...

Leia mais...

As tirinhas de Formy!

As tirinhas de Formy!

Conheces a mascote do site Edc?

O dado das empresas

O dado das empresas

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

quem está online?

Temos 178 visitantes e Nenhum membro online

© 2008 - 2024 Economia di Comunione (EdC) - Movimento dei Focolari
creative commons Questo/a opera è pubblicato sotto una Licenza Creative Commons . Progetto grafico: Marco Riccardi - edc@marcoriccardi.it

Please publish modules in offcanvas position.

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.