Últimos artigos

#30Edc: A passagem do testemunho/bastão

Uma hora intensa e emotiva entre a gratidão à Comissão Internacional da EdC cessante e a expectativa pelos difíceis desafios que esperam a que acaba de tomar posse. Bom trabalho para todos nós.

por Antonella Ferrucci

4 de novembro de 2021: mais de 180 pessoas envolvidas na EdC em todo o mundo estão conectadas num horário que permite a participação de todos; algumas ao amanhecer (EUA e América Latina), outras ao fim da tarde (Filipinas e Coreia), outras ainda - como na Europa ou África - à tarde. O momento é muito esperado: a nova Comissão Internacional da EdC, recentemente nomeada pela Presidente do Movimento dos Focolares, irá apresentar-se a todos.Anouk Grevin 01 rid 

Luigino Bruni apresentou a nova equipe (veja o vídeo na imagem de pré-visualização), que foi escolhida de acordo com os critérios de representação das gerações, das várias áreas geográficas do mundo, de competência e de paixão pela Economia de Comunhão. São corresponsáveis pela nova Comissão Internacional: Anouk Grevin (francesa, professora de administração na Universidade de Nantes) e Isaias Sole Lim 01Hernando (espanhol, diretor-geral da empresa espanhola Fansa); os outros membros desta nova comissão são: Maria Helena Faller (brasileira, professora universitária, empresária social e presidente da Associação Brasileira da EdC Anpecom), Koen Vanreusel (belga, empresário de EdC do Easykit e atual presidente do Polo Lionello Bonfanti), German Jorge (argentino, empresário de EdC da Dimaco), John Mundell (americano, empresário de EdC da Mundell & Associates), Maja Calfova (eslovaca, gestora de projetos e presidente da Cooperativa Francis and Friends), Sole Lim (coreana, empresária de EdC da SumSingDang) e Gloria Imumpaye (do Burundi, estudante de doutoramento em empreendedorismo no Instituto Universitário Sophia).

Diz Luigino Bruni: "A comissão é constituída por pessoas por quem tenho grande estima e que estarão ao serviço da realidade da EdC nas várias regiões do mundo, de acordo com o princípio da subsidiariedade, acompanhando as realidades vitais ou dando algum contributo se for necessário encorajar o nascimento de algo novo. A EdC de hoje, continua Bruni, não é a mesma de há 30 anos atrás, a dos lucros repartidos de acordo com 'um terço, um terço, um terço'. Aquela EdC, que por si só foi um milagre porque permitiu que milhares de crianças estudassem, que famílias tivessem o necessário para viver, cuidados de saúde ou uma casa para morar, seria muito pouco hoje”.
Maria Helena Faller 01 b rid

As expectativas de Luigino Bruni para os próximos 20 anos são que a EdC não permaneça o que é hoje, mas que - como na metáfora do Reino dos Céus no Evangelho - seja uma semente que se transforma numa árvore:

«porque a EdC hoje faz sentido se continuar a gerar filhos que conduzam a uma "nova" economia sem ter de ser "nossa"».

Gloria Imumpaye 02 ridSeguiu-se uma ronda de saudações dos membros da Comissão cessante: Alberto Ferrucci, Luca Crivelli, Armando Tortelli, Teresa Ganzon, Benedetto Gui, Gian Maria Bidone. A gratidão, a alegria de deixar em boas mãos o dom de um legado "pesado", a vontade de avançar em conjunto, mas também a emoção, foram as características comuns das intervenções.

Em seguida, os novos membros da Comissão apresentaram-se a todos. Gloria Imumpaye representará os jovens estudiosos e o continente Africano com foco nas incubadoras de empresas EoC-IINGerman Jorge 01 rid; Maria Helena Faller trará a sua contribuição sempre com um olhar especial para a pobreza.

German Jorge faz referência à sua própria vocação EdC, nascida em '91 em O'Higgins, na Mariápolis Lia. Ali experimentou como a comunhão pode realmente resolver a pobreza e, a partir daquele momento, tentou sempre viver a EdC. "A EdC está hoje em todo o lado e exprime-se como uma inundação. Temos de compreender que hoje o mundo está atravessando uma fase de mudanças muito rápidas e será graças aos jovens que poderemos não nos tornarmos obsoletos, sem nos apercebermos disso". 

John Mundell 01 ridKoen Vanreusel,um empresário da EdC da primeira hora, tratará da realidade dos polos empresariais e da formação em empreendedorismo. John Mundell continuará a concentrar-se na formação dos jovens para a EdC, da qual diz estar "apaixonado". Sole Lim representará a Ásia e os jovens empresários.

Maja Calfova disse estar emocionada com a sacralidade do momento vivido em conjunto. Ela sempre teve no seu coração uma sincera "curiosidade" pelo que é a Economia de Comunhão e é isto que trará à nova comissão.

Finalmente, foi dada a palavra aos dois novos corresponsáveis. Anouk Grevin partilhou a sua experiência destes últimos meses: ela aceitou o seu novo cargo tendo compreendido como é possível "gastar-se pela EdC" mesmo numa situação de fragilidade, se se tiver fé na Unidade de todos, certa de que "o peso" deste legado será levado por todos em conjunto.Koen Vanreusel 02 rid

Isaias Hernando disse: «A EdC é a vocação que tem dado sentido à minha vida profissional e não só. Apesar de sentir uma sensação de inadequação porque o desafio é árduo, sinto que foi a vida que me trouxe até aqui hoje. É evidente que a humanidade está vivendo um momento muito crítico em que a fraternidade e a comunhão são mais necessárias do que nunca. O que nos é pedido hoje é uma espécie de "passagem para a vida adulta", um projeto coletivo que nos leve a transformar a economia do lugar de exploração dos pobres da terra que é hoje, para um lugar de salvação, de um lugar de imanência para um lugar de transcendência». A passagem é forte e Isaias demonstra alguma emoção:

Isaias Hernando 01 rid«Começa uma nova etapa na qual a escuta do grito dos pobres e da terra terá de ser acompanhada pelo diálogo com todas as realidades da EdC presentes nas regiões. É muito importante que nos transformemos numa organização "vegetal" com responsabilidades partilhadas, muito ligada às regiões. Um diálogo que começará imediatamente com um programa de encontros com cada uma das realidades que compõem a EdC (polos, associações, comissões locais... mas também todas as realidades que surgiram nos últimos anos, EdC-IIN, Opla) e que vai necessariamente precisar da contribuição de todos.»Maja Calfova 01 rid

Na carta de nomeação, Margaret Karram descreveu a nova Comissão como sendo constituída por: "jovens membros competentes e sensíveis aos novos desafios que estão sendo enfrentados" e esperava que: "...possam viver uma experiência de trabalho em sinergia e em plena colaboração, onde as responsabilidades sejam plenamente partilhadas". 

As condições para que isto aconteça parecem estar reunidas. Portanto, bom trabalho para a nova comissão e… para todos nós.

Image

vá para O ARQUIVO

Lìngua: PORTUGUÊS

Filtrar por Categorias

Siga-nos:

A economia do dar

A economia do dar

Chiara Lubich

«Ao contrário da economia consumista, baseada numa cultura do ter, a economia de comunhão é economia da partilha...

Leia mais...

As tirinhas de Formy!

As tirinhas de Formy!

Conheces a mascote do site Edc?

O dado das empresas

O dado das empresas

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

Seguici su:

quem está online?

Temos 196 visitantes e Nenhum membro online

© 2008 - 2024 Economia di Comunione (EdC) - Movimento dei Focolari
creative commons Questo/a opera è pubblicato sotto una Licenza Creative Commons . Progetto grafico: Marco Riccardi - edc@marcoriccardi.it

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.