Últimos artigos

0

#30EdC - Dos pontos de conexão na Itália...

Foram 15 os pontos de conexão oficiais na Itália, no dia 29 de maio, para a celebração do nosso 30º aniversário, e trouxemos alguns dos ecos recebidos nos dias seguintes

recolhido por Antonella Ferrucci

Turim, Frontignano (BS), Placência, Parma, Bolonha, Porretta Terme (BO), Gênova, Porto Sant'Elpidio (FM), Ascoli Piceno, Vasto (CH), Roma, Bari, Lamezia Terme (CZ), Trapani. De norte a sul, estes foram os pontos de conexão oficiais nos quais se organizaram localmente para acompanhar a celebração dos 30 anos da Economia de Comunhão, no dia 29 de maio passado. Uma conexão também foi feita com Bari durante a transmissão ao vivo. Com Raffaele Aversanto e Emanuela Megli estavam Cosimo Zanna, empresário, com Jean e Kinni, dois jovens migrantes, inseridos na empresa Arc en Ciel, com o projeto AMU-EDC “Fazer o Sistema, além da acolhida”, e os representantes da MPPU de Puglia..

Raffaele escreve: «Uma ocasião muito especial e à altura das mais altas expectativas". Obrigado a todos vocês! Acredito que Chiara Lubich do céu pôde se alegrar com todos nós por estas esplêndidas quatro horas de 210529 Hb Lombardia ridconexão. Tanta riqueza de conteúdo, uma atmosfera de grande comunhão e um lindo programa contribuíram para aumentar em todos a consciência de que a EdC, ligada a uma Obra, fundada por Chiara, desejada por Deus, está destinada a inundar o mundo da economia. Mas em que lugar, se pergunta, a economia não está presente? Somos todos instrumentos e canais de difusão, com as nossas vidas, deste espírito de comunhão, uma grande e mais do que nunca atual profecia».

Emanuela acrescenta: «Desde criança entendi que emprestar um jogo ou dar um presente me abria o coração. Que amar meus amigos, bonitos e feios, abria o meu coração. Hoje sinto que fazer negócios e tratar aqueles que trabalham comigo, clientes e concorrentes, com amor e dignidade, abre o meu coração e me faz amar a vida. E isso me dá a plenitude da alegria. Que o "sócio oculto" está na Obra e, através do nosso trabalho, pode dar confiança e esperança a muitos, para melhorar nosso mundo. Como no céu. Que devemos correr juntos com aqueles que nos precederam e continuar a transmitir o testemunho do dar, do amar, de modo que este paradigma (= olhar) sobre a economia possa ser estendido às leis humanas e possa valorizar o ser pessoa e as relações entre eles, antes das contas e antes dos números. Senti-me chamada, comovida e senti o fogo ardente do amor e da unidade interior».

210529 Hub Lamezia ridDo ponto de conexão de Vasto, organizado por Mirella Sansiviero, 12 pessoas conseguiram acompanhar. A impressão de uma das participante: «Quando uma querida amiga me convidou para a igreja de San Marco em Vasto, para acompanhar a transmissão ao vivo de Loppiano da comemoração dos 30 anos da Economia de Comunhão, imaginei uma conferência muito formal e institucional; uma sucessão de autoridades, que teriam feito discursos solenes e talvez um pouco cinzentos. Em vez disso, testemunhei um júbilo, uma celebração de pessoas que se amam, porque querem o bem e fazer o bem. Escutei com interesse os testemunhos daqueles que trabalharam na EdC e a ajudaram a se tornar uma realidade de fato. No entanto, fiquei muito mais admirada com o fato de que a mente de todos foi evidentemente projetada não só e não tanto para os últimos 30 anos, mas para o futuro, para os projetos a serem realizados. Penso que isto é realmente importante neste momento histórico, que Luca Crivelli definiu efetivamente como "um ano de não-lugares". Pois bem, em um período de alteração da vida diária, de luto, de incerteza, de difícil recuperação, estar exposto a tanto entusiasmo e positividade faz com que você se sinta "recarregado" em espírito. Sou muito grata a quem me convidou para este evento e a todos aqueles que o fizeram acontecer. Desejo a todos os amigos da EdC as maiores felicidades».

Também de Vasto, Sabrina Turdò escreve à Economia de Comunhão:

«Economia de Comunhão: os melhores votos pelos seus 30 anos. Você nasceu da intuição de uma mulher formidável, Chiara Lubich, para que o espírito e a prática dos primeiros cristãos pudessem ser revividos: 210529 Hub Trapani ridriviv “eles eram de um só coração e uma só alma, e entre eles não havia indigente" (At 4,32-34). Ao longo dos anos você soube combinar os valores da solidariedade com os da liberdade e da eficiência e contribuir para uma economia que seja verdadeiramente "na medida de uma pessoa". Você envolveu numerosos empresários que "produziram para compartilhar", destinando parte dos lucros a pessoas em dificuldade, uma parte para a promoção da cultura do dar e uma terceira parte para apoiar o desenvolvimento da empresa. Você tem encorajado o recurso à reciprocidade e à cultura do dar, tentando fomentar a presença de pessoas atentas ao cultivo de relações interpessoais positivas e construtivas e que não consideram os pobres como um problema, mas sim como um recurso precioso a ser "tocado e abraçado". Você inspirou centenas de iniciativas e gerou inúmeros caminhos e ações em vários países do mundo, dando voz às empresas que buscam produzir riqueza de maneira ética e correta. Entre elas está a experiência da Bangko Kabayan, que oferece poupança, empréstimos, micros seguro para trabalhadores rurais, ou seja, pessoas que antes eram excluídas dos serviços financeiros. Tudo isso mostra que o empresário opta por realizar práticas empresariais com a ideia de colocar a pessoa e, portanto, o valor das relações, no centro da economia, mas acima de tudo, mostra que hoje mais do que nunca existe a necessidade da EdC, pois como diz Luigino Bruni, "a Economia de Comunhão é um bem global, um dom para todos».

210529 Hub Ascoli Piceno 01 ridEstavam presentes sete pessoas no ponto de conexão do agroturismo de Peppe Vultaggio em Trapani, de Palermo, Agrigento e Trapani. Peppe tinha conhecido a EdC no início de suas atividades, quando ele era muito jovem, e então perdeu o contato por um tempo. Quando alguém o convidou para o trigésimo, ele ficou entusiasmado e quis que o ponto de conexão fosse realizado ali onde estava, um lugar muito espaçoso e característico. O programa foi seguido com tanto interesse e entusiasmo que, mesmo depois, um diálogo muito agradável e animado continuou. O próprio Peppe Vultaggio contou a todos a sua história desde o início, e que apesar de ter tomado um pouco de distância, continuou a viver de acordo com os sólidos princípios do respeito pelos funcionários, fornecedores e se colocando à disposição dos colegas, inclusive com um negócio bem próximo. Em resumo, a EdC é uma marca que permanece na alma e continua a permear as ações de cada dia.

Andrea Penazzi escreve de Milão: «Foi realmente intenso, emocionante, regenerativo! Também tentamos viver o máximo possível, mesmo que à distância, uma participação "de comunhão". No mapa, pelo menos alguns dos "micro pontos de conexão" foram marcados (alguns com uma mensagem), incluindo Frontignano, de modo a compor visualmente o nosso ser "em corpo" com Loppiano, com todos vocês na Itália, com o mundo».

Fotos e mensagens dos Hubs também chegaram de Ascoli Piceno, Roma, Lamezia Terme.  

Image

vá para O ARQUIVO

Lìngua: PORTUGUÊS

Filtrar por Categorias

Siga-nos:

10-06-2021

Editoriais – Os valores resgatados das multinacionais para vacinas, famintos e empobrecidos por...

A economia do dar

A economia do dar

Chiara Lubich

«Ao contrário da economia consumista, baseada numa cultura do ter, a economia de comunhão é economia da partilha...

Leia mais...

As tirinhas de Formy!

As tirinhas de Formy!

Conheces a mascote do site Edc?

O dado das empresas

O dado das empresas

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

Seguici su:

quem está online?

Temos 342 visitantes e Nenhum membro online

© 2008 - 2019 Economia di Comunione (EdC) - Movimento dei Focolari
creative commons Questo/a opera è pubblicato sotto una Licenza Creative Commons . Progetto grafico: Marco Riccardi - edc@marcoriccardi.it

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.