Carismas em Comunhão – Segundo dia

 

Segundo dia da conferência " Carismas, Economia gestão"

Carismas em Comunhão

pelo nosso enviado Alberto Frassineti

fiori_violaA manhã começou com a intervenção da Irmã Alessandra Smerilli (Professora na Faculdade Pontifícia de Ciências da Educação Auxilium de Roma) sobre "A importância económica e civil dos carismas".

 

Depois de realçar as características específicas que as obras geradas por um carisma (nascem para atender uma necessidade específica, são caracterizadas pela gratuidade e reciprocidade, não são transmitidas através de "técnicas", mas gerando vocações, têm a característica específica da beleza, mesmo na sobriedade), Alessandra Smerilli destacou a necessidade de viver dentro das obras, entre as pessoas que trabalham lá, todos eles os níveis de Amor (no sentido explicado por Bento XVI em sua encíclica 'Deus caritas est') Eros, Philìa e Ágape.

 

No Eros, de facto, identificam-se as formas contratuais, na Philìa a amizade necessária para competir juntos lucrativamente pelo mesmo objectivo e na Ágape a gratuidade indispensável para trabalhar em uma obra gerada por um carisma.

Para concluir a sua intervenção Alessandra Smerilli sublinhou a importância vital do saber identificar, de forma adequada, aquelas pessoas que dentro das organizações fazem protestos de forma construtiva: estas, de facto, devem ser escutadas porque geram lealdade e reciprocidade.

 

De seguida, a Associação “Para todos”, que inclui as cooperativas Fiori_blue consórcios participantes na Edc, fez a apresentação da sua história e com as suas experiências de serviço, não só no campo assistencial, psiquiátrico e social, mas sobretudo com as realidades específicas nascidas e crescidas em contacto com as instituições e congregações religiosas. Estas realidades, por sua vez, geraram cooperativas e consórcios, em conjunto com os religiosos que hoje são autónomas e capazes de funcionar para satisfazer com eficácia e eficiência as necessidades para as quais foram formadas.

Na parte da tarde, durante os trabalhos de grupo surgiu a necessidade de uma aliança entre leigos e consagrados ao serviço dos carismas, entre si, em busca de respostas para as exigências dos fundadores, em relação aos desafios de hoje. Os participantes apreciaram este papel de unificação no amor e a oportunidade oferecida pela Economia de Comunhão de um diálogo ao mesmo tempo  inter-carismático e na comunitário, reconhecendo nisto uma expressão feliz do Carisma da Unidade de Chiara Lubich.

Nas conclusões Luigino Bruni, agradecendo a todos, marcou para o próximo ano uma segunda reunião a ser realizada no Pólo Lionello e que gostaria de dar voz às experiências concretas já em curso e àquelas que amadurecerão ao longo deste ano. Luigino Bruni convidou todos a trabalhar juntos numa comunhão transversal e global, numa partilha concreta de vida e esperança.

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.