Nordeste do Brasil: é assim que se preparam para os 20 anos de EdC

Já foram 3 as videoconferências EdC realizadas em Recife para 5 cidades do Nordeste do Brasil em vista dos eventos do vigésimo aniversário: relatamos aqui as duas últimas.

110318_Recife_0318 de março: “Momento rico e completo”, foi a definição dada por Magali Perroni (membro da comissão de Salvador-BA) na sua fala durante a videoconferência e que nos parece exprimir aquilo que se viveu.

22 os participantes reunidos nas salas, colocadas a disposição pela congregação dos Maristas, em Recife-PE, João Pessoa-PB, Natal-RN, Salvador-BA e Fortaleza-CE. Os  grupos eram formados por empresários, jovens estudantes, profissionais funcionários públicos, professores e outras pessoas que trabalham em ONGs... A Edc atrai e envolve muitas pessoas.

Após o aprofundamento do tema “Linhas para a gestão de uma empresa EdC”, foram relatadas três simples experiências de empresários: as palavras paixão, encanto, vocação, esplendor foram repetidas por várias pessoas durante a interação.110318_Recife_02

Estas foram algumas das conclusões tiradas:
•    Estar, primeiramente nós, na dinâmica interior de renovação que o ser um “homem novo” requer, já que “não se faz a EdC sem homens novos”;
•    Recuperar o conceito de pobreza como algo positivo, considerando no nosso dia-a-dia atitudes de sobriedade, essencialidade e desapego;
•    Olhar o 'lucro' sempre na ótica da partilha e não da concentração;
•    Amadurecer, como nova prática da EdC, a gestão das comunidades carentes – experiência que aos poucos está se desenvolvendo no estado do Ceará.

01 de abril: 28 os participantes nas mesmas cidades do dia 18 de março. O tema de  estudo do momento de aprofundamento juntos foi “A EdC hoje: desafios e perspectivas" de Luigino Bruni. Também dessa vez a videoconferência foi um momento muito bonito, sereno, alegre.

Os pontos que vieram em relevo:

* A necessidade de voltar às raízes (daqui a palavra “RADICAL”) e descobrir a partir daí para onde queremos ir.
* Saber ler os sinais dos  tempos.
* Refletir: diante da escassez social, coma a EdC se comporta?

110318_Recife_01Outras reflexões:
•    Na Edc não importa vencer ou perder um debate; 
•    Contribuir para uma nova ordem econômica significa renunciar a tirania do dinheiro e a tirania da informação e dar um perfil humano a economia significa dar-lhe um perfil de comunhão;
•   Somente com os "Homens Novos" teremos um Movimento Cultural;
•    O esforço que todos aqueles que aderem a EdC de permanecer no essencial.

Propostas concretas:
* Preparar cursos de formação a esta cultura (inclusive para os colaboradores das várias empresas);
* Favorecer o nascimento de micro-empresas EdC.

Siga-nos:

29-07-2020

A casa comum só pode se tornar mais humana e mais hospitaleira se a olharmos e pensarmos nela...

A economia do dar

A economia do dar

Chiara Lubich

«Ao contrário da economia consumista, baseada numa cultura do ter, a economia de comunhão é economia da partilha...

Leia mais...

As tirinhas de Formy!

As tirinhas de Formy!

Conheces a mascote do site Edc?

O dado das empresas

O dado das empresas

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

quem está online?

Temos 706 visitantes e Nenhum membro online

© 2008 - 2019 Economia di Comunione (EdC) - Movimento dei Focolari
creative commons Questo/a opera è pubblicato sotto una Licenza Creative Commons . Progetto grafico: Marco Riccardi - info@marcoriccardi.it

Please publish modules in offcanvas position.

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.