A aposta de Risana

 

No pólo industrial "Lionello Bonfanti" de Incisa in Val d'Arno (Florença) foi inaugurado, a 24 de Outubro, o poliambulatório Risana. O desafio de aliar a centralidade da pessoa, a ciência médica e a sustentabilidade económica

A aposta de Risana

por Amanda Cima
publicado em www.cittanuova.it a 27/10/2009

Gruppo__Risana_rid 

A sala encheu-se rapidamente para além de qualquer expectativa: quase trezentas pessoas. Eram muitos os presentes na inauguração do poliambulatório Risana, junto do Pólo Industrial Lionello Bonfanti, em Incisa in Val d’Arno (Florença). Fundada por nove sócios em Fevereiro de 2008, Risana é uma cooperativa nascida de um estudo odontológico ligado à cidadela de Loppiano, que desde 1998 deu origem a uma rede de especialistas em diversas especialidades médicas. Consolidou-se assim este projecto de poliambulatório que operava desde Julho de 2008 numa sede provisória.

 

A estrutura de 420 metros quadrados alberga o estúdio dentista “poliambulatório Risana” e o centro “Risana - Estudos Médicos”. Aí trabalham, entre outros, médicos especialistas em cardiologia, fisioterapia, ginecologia e psicologia, sem esquecer as medicinas complementares como a homeopatia e acupuntura. O objectivo que associa estes especilaistas é colocar a pessoa no centro do próprio trabalho, baseando-o sobre o valor da vida humana e entrando em relação com o paciente.

A inauguração iniciou-se com a saudação do Presidente da Câmara de Incisa, Fabrizio Giovannoni – que recordou como o crescimento do Pólo é uma oportunidade para a região e um forte impulso para o desenvolvimento da zona – e de Eva Gullo, presidente da sociedade que gere o Pólo (Edic Spa).
Tomou depois a palavra Mariateresa Fumi, presidente da Risana. Em conclusão do evento realizou-se uma mesa redonda sobre “Economia de Comunhão e saúde”, orientada pelo Prof. Luigino Bruni, economista, e pela Drª Marcella Gostinelli, formadora.

Seguiu-se a visita aos diversos espaços e um festivo serviço de refrescos, tendo contado com a passagem de cerca de 600 pessoas dos lugares vizinhos. Todos declararam ter ficado muito satisfeitos pelos serviços oferecidos por Risana e pelos novos ambientes sanitários inseridos no Pólo Lionello. Também do mundo da medicina chegaram sinais de aprovação: o Prof. António Maria Pala, presidente dos Médicos Católicos de Florença, definiu Risana como um «sinal de confiança no futuro que nos vem da esperança da nossa fé»; por seu lado, o Dr. André Tori, secretário provincial do sindicato único de medicina ambulatória (Sumai), de Florença, afirmou que «o nascimento de uma estrutura sanitária que procure declinar a centralidade da pessoa com a técnica e com a sustentabilidade económica é um desafio absolutamente alto».

As informações sobre Risana e sobre o Pólo Lionello podem encontrar-se em: www.salveonlus.org e www.edicspa.com.

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.