Lucros compartilhados: relatório 2016

Crescente comprometimento na geração de emprego para pobres e jovens, também através da rede mundial de incubadoras

por Gian Maria Bidone

do Relatório EdC 2016, sobre a "Economia de Comunhão - uma nova cultura"

N42 Pag 08 Gian Maria Bidone autoreAs tabelas referem-se ao ano de 2016 e ao último trimestre de 2015, porque agora a gestão dos lucros é feita conforme o ano solar. Mostram-se os dados por grandes áreas continentais em duas tabelas: a primeira apresenta os lucros administrados pela estrutura internacional que possibilita uma comunhão de bens com o respiro do mundo unido. A segunda traz os lucros geridos pelas estruturas locais da EdC e por empresários individuais, uma tendência voltada a alcançar uma sempre maior eficácia no emprego de tais recursos e uma maior proximidade das empresas com as necessidades dos pobres, e da formação de “homens novos”, tanto no próprio território quanto em outros lugares. 

Portanto, os lucros contabilizados chegam ao total de €1.774.591, sendo que os que foram administrados localmente resultam pouco mais de um terço. Não foram contabilizadas, mesmo se constituem uma parte importante da comunhão das empresas, as doações em natura (produtos ou serviços) e os recursos compartilhados com os próprios trabalhadores..

Em 2016 a estrutura internacional distribuiu €897.470 de lucros e as estruturas locais €621.944, sendo que de tudo somado 51% foram para os pobres e 49% para a formação. Nesta contabilidade não está incluída a ‘ajuda extraordinária’ para os pobres que os aderentes do Movimento dos Focolares colocam em comum, pois agora esta administração é feita diretamente pelo Movimento.

Daquilo que foi reservado para os pobres, 13% foi destinado para alimentação, 11% para despesas de saúde, 10% para custos de habitação e 29% para educação. O restante - 14% para os projetos sociais e 24% para a geração de emprego e o nascimento da rede mundial de incubadoras de empresas EoC-IIN –, demonstra um grande comprometimento nesta direção: houve uma dedicação maior, juntamente com a AMU, aos projetos sociais, à formação escolar e à geração de emprego, deixando aos focolares a tarefa de suprir às outras necessidades como alimentação, saúde e habitação.

Parte dos recursos destinados a gerar emprego deram suporte às despesas gerais das associações EdC, carentes de recursos locais, cujos especialistas procuram planejar, avaliar, financiar e seguir projetos empresariais, especialmente de jovens, de forma mais harmoniosa com o local onde se encontram.

Para a formação, foi de grande ajuda a administração local dos lucros. Particularmente, recursos consideráveis foram destinados na América do Norte pela MundellAssociates, para receber jovens de todo o mundo para um período de convivência na empresa, solicitando-os e ajudando-os a formular o próprio projeto de empresa EdC. 28% dos recursos para a formação foi designado ao Instituto Universitário Sophia, 19% para apoiar alguns polos produtivos e para estruturas de formação do Movimento dos Focolares; 24 % para cursos e congressos, 9% para o apoio às associações, 16% para publicações e para o site internacional; e 4% para as despesas da administração central.

 

Siga-nos:

Alessandra Smerilli

11-03-2019

Na mesa com... por Paolo Bricco - publicado em Sole24ore, 10/03/2019 Tradução de Moisés...

11-03-2019

Na mesa com... por Paolo Bricco - publicado em Sole24ore, 10/03/2019 Tradução de Moisés...

A economia do dar

A economia do dar

Chiara Lubich

«Ao contrário da economia consumista, baseada numa cultura do ter, a economia de comunhão é economia da partilha...

Leia mais...

As tirinhas de Formy!

As tirinhas de Formy!

Conheces a mascote do site Edc?

O dado das empresas

O dado das empresas

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

quem está online?

Temos 505 visitantes e Nenhum membro online

© 2008 - 2019 Economia di Comunione (EdC) - Movimento dei Focolari
creative commons Questo/a opera è pubblicato sotto una Licenza Creative Commons . Progetto grafico: Marco Riccardi - info@marcoriccardi.it

Please publish modules in offcanvas position.

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.