Na "Caritas in veritate" está a economia civil

 

Quatro passos na economia (e não só) por Gianfranco Fabi

Na "Caritas in veritate" está a economia civil


Publicado no Sole 24 Ore a 1 de Outubro de 2009

 

 dizionario_economia_civileNa “Caritas in veritate”, a encíclica que o Papa dedicou à doutrina social, há significativas novidades na análise e nos juízos da Igreja. No meio da maior crise económica desde ‘29, uma crise que, de resto, provocou um longo suplemento de reflexão, antes da publicação do texto no início de Julho, não podíamos deixar de esperar uma palavra que fosse, não apenas de obrigatória e evidente reafirmação da centralidade da mensagem cristã, mas também de resposta profética às exigências do mundo contemporâneo.


Nesta perspectiva, a encíclica pode ser lida como uma ambição de fundo: de recentrar a identidade e o valor da pessoa, para empreender um caminho de reconciliação de todos os elementos que a história e os comportamentos separaram. Reconciliação, por exemplo, entre democracia e mercado, para restabelecer um sistema de regras fundado sobre o primado da política como expressão de uma verdadeira vontade popular. Reconciliação entre o lucro e a gratuidade, porque «quer o mercado quer a política têm necessidade de pessoas abertas ao dom recíproco». Reconciliação entre desenvolvimento e bem comum, para que o crescimento não se dê multiplicando as desigualdades e sacrificando os equilíbrios sociais e ambientais.

Não há só um fundamento teológico nesta direcção; há também um percurso de análise económica em que se podem claramente ver as raízes daquela que foi chamada a “economia civil”, para cuja definição foi dado um contributo decisivo por uma escola italiana que uniu católicos e leigos, desde António Genovese a Luigi Einaudi.

Com significativa oportunidade, e sob a orientação de Luigino Bruni e Stefano Zamagni, vem agora a lume a publicação de um “Dicionário de Economia Civil”, realizado com a colaboração de um vasto painel de economistas. Um dicionário que parece constituir um guia à leitura e interpretação de um texto complexo, como o da encíclica. Da “accountability” a “Gino Zappa” (um mestre no campo da economia empresarial), passam-se em análise os conceitos e os protagonistas, as ideias e as palavras-chave de uma perspectiva, cuja análise se torna um apelo e uma proposta.

Como escrevem Bruni e Zamagni: “A economia civil propõe um humanismo a várias dimensões, no qual o mercado não é combatido nem controlado, mas visto como um lugar a par de outros, como um momento da esfera pública que, se concebido e vivido como lugar aberto aos princípios de reciprocidade e de gratuidade, pode construir a cidade”.

O passo que se espera que se dê é, mais uma vez, o de reconciliar as dimensões da pessoa, reencontrando, a par da busca da utilidade, também os valores que nascem das relações com os outros, baseadas na fraternidade: amizade e relações de mercado não podem ficar separadas. O desafio é o de considerar o voluntariado, o não-lucro, o terceiro sector, não como elementos complementares e separados, mas como realidades capazes de contaminar positivamente, com a força do dom, todo o agir económico.

“Dicionário de Economia Civil”, a cuidado de Luigino Bruni e Stefano Zamagni, pgs. 830, € 65

Siga-nos:

Alessandra Smerilli

11-03-2019

Na mesa com... por Paolo Bricco - publicado em Sole24ore, 10/03/2019 Tradução de Moisés...

11-03-2019

Na mesa com... por Paolo Bricco - publicado em Sole24ore, 10/03/2019 Tradução de Moisés...

A economia do dar

A economia do dar

Chiara Lubich

«Ao contrário da economia consumista, baseada numa cultura do ter, a economia de comunhão é economia da partilha...

Leia mais...

As tirinhas de Formy!

As tirinhas de Formy!

Conheces a mascote do site Edc?

O dado das empresas

O dado das empresas

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

quem está online?

Temos 625 visitantes e Nenhum membro online

© 2008 - 2019 Economia di Comunione (EdC) - Movimento dei Focolari
creative commons Questo/a opera è pubblicato sotto una Licenza Creative Commons . Progetto grafico: Marco Riccardi - info@marcoriccardi.it

Please publish modules in offcanvas position.

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.