O empresário e a comunhão do conhecimento

Interessada em entender como os empresários que aderem à Economia de Comunhão gerenciam e compartilham esse conhecimento, a pesquisadora Suely da Silva Carreira decidiu estudar a fundo a questão.

por Tiago Borges

publicado em: Cidade Nova na edição de setembro

livrosA Economia de Comunhão é, há mais de duas décadas, um modelo de atuação econômica e empresarial baseado na comunhão. Essa comunhão vai além do compartilhamento de bens materiais, é também comunhão de capacidades e talentos.

Ao longo da vida um empresário acumula um patrimônio que não se encaixa em nenhuma dessas categorias. Patrimônio que não é colocado em risco por oscilações do mercado e nem mesmo por eventual falência. Trata-se de conhecimento adquirido tanto por meio de especialização na área quanto – e talvez principalmente – pela experiênciaà frente do negócio.

Interessada em entender como os empresários que aderem à Economia de Comunhão gerenciam e compartilham esse conhecimento, a pesquisadora Suely da Silva Carreira decidiu estudar a fundo a questão. Em sua tese de doutorado, em vias de conclusão, ela entrevistou mais de 20 empreendedores do projeto em todo o Brasil.

Orientada pela professora Ana Maria Bencciveni Franzoni, do programa de pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Suely Carreira descobriu que, apesar de a comunhão ser a marca registrada dos empresários do projeto, do ponto de vista da gestão do conhecimento ainda há muitos obstáculos para as empresas de EdC implementarem práticas adequadas desse tipo específico de comunhão.

“Nós encontramos empresas que não têm nada de gestão de conhecimento. Encontramos algumas que têm boas práticas, sobre as quais podemos dizer que há indícios de gestão de conhecimento, mas, se fizermos estudos em outras empresas que não são de EdC, acredito que vamos ter os mesmos resultados, porque ainda se trata de um tema novo”, analisa.

Um problema típico das empresas no Brasil está no comportamento dos empresários. Em inúmeros casos eles centralizam em si mesmos grande parte do conhecimento referente aos negócios que administram. Enquanto um empreendedor é capaz de comandar os processos internos e estar presente o tempo todo, esse problema não vem à tona. No entanto, quando a empresa cresce e a quantidade de processos aumenta, ou caso o empresário se ausente do dia a dia de seu empreendimento, essa característica torna-se um obstáculo a ser superado.

É justamente para preencher essa lacuna da constituição das empresas, que Suely dedica os últimos anos de pesquisa acadêmica. “Por isso eu penso em dar uma contribuição para EdC, propondo algumas diretrizes e técnicas de compartilhamento e algumas práticas que eles poderiam aderir e melhorar isso na gestão da empresa”, enfatiza.

Suely conta também que a gestão de conhecimento é uma área relativamente recente. Foi a partir da década de 1980 que pesquisadores de diversos ramos começaram a se dedicar ao assunto. No Brasil, foi apenas a partir dos anos 2000 que esse projeto ganhou atenção mais sistemática de especialistas. Isso ajuda a explicar porque nas empresas em geral, e não apenas naquelas que aderiram à EdC, transformar o conhecimento que está na cabeça das pessoas em conhecimento organizacional ainda é um grande desafio.

Foto por asierromero / Freepik

Siga-nos:

Alessandra Smerilli

11-03-2019

Na mesa com... por Paolo Bricco - publicado em Sole24ore, 10/03/2019 Tradução de Moisés...

11-03-2019

Na mesa com... por Paolo Bricco - publicado em Sole24ore, 10/03/2019 Tradução de Moisés...

A economia do dar

A economia do dar

Chiara Lubich

«Ao contrário da economia consumista, baseada numa cultura do ter, a economia de comunhão é economia da partilha...

Leia mais...

As tirinhas de Formy!

As tirinhas de Formy!

Conheces a mascote do site Edc?

O dado das empresas

O dado das empresas

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

quem está online?

Temos 605 visitantes e Nenhum membro online

© 2008 - 2019 Economia di Comunione (EdC) - Movimento dei Focolari
creative commons Questo/a opera è pubblicato sotto una Licenza Creative Commons . Progetto grafico: Marco Riccardi - info@marcoriccardi.it

Please publish modules in offcanvas position.

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.