Um mix incrível e impetuoso! Criatividade, dignidade, histórias, palavras, compartilhamento, estímulo, exemplos. Pode-se resumir assim a segunda etapa da Constituinte Jovens EdC. A narração de uma protagonista

por Francesca Giglio

171110 11 Milano Costituente Giovani 06 ridOs protagonisas são vários, liderados por Marco Cabassi que nos recebia nas instalações pertencentes ao seu grupo, a Bastogi SPA. Como plano de fundo, vitalidade e concretude, contra um niilismo que sempre dirá que não vale a pena, uma ética profunda e uma sintonia de kairos, entendida como relação entre tempo externo e interno. Estávamos mergulhados num contexto de grande EdC. “C” de Comunhão, mas também de Comunidade. E, para além das definições, respirava-se uma economia viva, que tem algo a dizer, que coloca a pessoa no centro e melhora o sistema.

28 horas das quais nenhum instante foi desperdiçado, nenhum espaço vazio: demos e recebemos mui171110 11 Milano Costituente Giovani 04 ridto. Os acompanhantes, com o estilo sublime e quase paterno, nos impressionaram. E todos nós voltamos para casa com uma carga interior que não deixa espaço para medos e apatias, e com input que ecoam dentro: se você realmente quer, você pode voar; aquilo que você dá, retorna; pequenos projetos, contanto que sejam feitos bem, podem conquistar grandes cumes; quer aconteça algo ou não, o importante é a intenção - desde que seja justa e refinada - e com quem se caminha.

171110 11 Milano Costituente Giovani 02 ridQuem deu início ao encontro foi a excelência qualitativa do Panino Giusto que, parceiro da Accademia del Panino Italiano e do projeto Cucinare per Ricominciare, (Cozinhar para Recomeçar) tem um papel ativo na integração de jovens refugiados num contexto de trabalho sadio, em que, após uma cuidadosa seleção e formação, são inseridos no mercado dos restauradores. Um projeto ainda limitado quanto aos números, porém um grande exemplo de como as pequenas coisas, mas feitas perfeitamente valem muito.

O deslocamento para o Fórum de Assago, além de ser uma moldura surreal para as nossas reflexões sobre caminho, capital 171110 11 Milano Costituente Giovani 03 ridnarrativo e desenvolvimentos concretos desta Constituinte, com as ideias de Luigino Bruni e Rebeca Gomez, acolheu o discurso precioso de uma convidada de honra, Luciana Delle Donne, ex-bancária de sucesso que transforma totalmente a sua existência abandonando o mundo financeiro e dedicando-se a um projeto de grande resgate sócio-ambiental: Made in Carcere (Feito no Cárcere), uma experiência econômica extrema e impossível, mas que hoje, com sucesso, dá uma segunda chance de valore 171110 11 Milano Costituente Giovani 08 riddignità a e dignidade a mulheres priosioneiras, através do trabalho com tecidos aos quais se dá de novo, também aqui, uma segunda vida. Uma cultura do descarte que assume sua derrota. Um trabalho sobre o erro, sobre “pedaços errados” que se redimem. Uma recuperação de si mesmo.

Continuam os trabalhos e, no entanto, conhecemos pessoalmente alguns rostos dos tantos que coexistem no Fórum, trabalhando numa perfeita união entre eficiência e bens relacionais.

Em seguida, o jantar, o verdadeiro Ágape, um momento de forte comunhão. Estamos em 171110 11 Milano Costituente Giovani 10 ridTrezzano no Naviglio,  às margens de Milão, na Ri-Maflow, onde os operários, de um dia para outro encontram-se sem salário e artistas que se revoltam contra uma arte voltada somente para públicos nobres, contrastam o sistema requalificando as periferias: os operários, seguindo o rastro de uma tradição pós-crise argentina, reformaram o galpão abandonado pela empresa que os mandou para casa e, em nome de uma dignidade e de um trabalho para se garantir, eles se auto-administram entre atividades de manutenção, serviços e cooperação com outros pequenos artesãos que se estabelecem na fábrica; os artistas 171110 11 Milano Costituente Giovani 05 riddão acesso à arte a um público mais amplo também através de um trabalho fotográfico “work in progress” que, com a sugestão de Bart Theis, documenta a evolução do uso dos ambientes reformados em Ri-Maflow. Tudo segundo a lógica que o trabalho funciona somente se outras pessoas são envolvidas e podem se beneficiar. Não tinha preço o valor de jantar com os atores dessa “economia de resistência” e deixar-se contaminar pelo entusiasmo deles que, apesar das dificuldadess, torna digna e plena de valor cada uma de suas ações.

Entrando, 171110 11 Milano Costituente Giovani 07 ridpois, nos Frigoriferi Milanesi, complexo industrial histórico da cidade, pudemos perceber o que significa capacidade de reagir, acolhendo e preservando patrimônio dos pais, mas adaptando-o com alta criatividade em contextos atuais para não perder eficiência e valor agregado. E ainda, o palácio do gelo (onde gerações de milaneses iam patinar antes de existirem as pistas públicas) e outros complexos nascidos no início de 1900 para a conservação refrigerada de estoque alimentar, foram convertidos de novo em espaços multifuncionais, cuidados muito bem do ponto de vista estético e únicos em seus estilos. Gerando uma economia de integração, bela e limpa, hospedam hoje eventos variados, amostras, feiras, festivais literários e escritórios de empresas ativas em âmbitos culturais, artísticos, ou ligados com a alimentação, ecologia, psicologia, filtrados com os parâmetros dos princípios benéficos de impacto social e ambiental. A presença profissional e “vulcânica” da professora Elena Granata, enriqueceu ainda mais com fortes estímulos.

171110 11 Milano Costituente Giovani 01 ridTendo vivido esta ‘full immersion’ de criatividade e civilização do ato econômico, nos despedimos fixando a próxima etapa: depois de Perceber (em italiano: Accorgersi, nt) e de Aceitar que algo ao nosso redor não funciona, vamos passar para um terceiro “A”, ou seja, Agir. No próximo encontro (na Calábria, em fevereiro), vamos ajudar, de fato, com algumas necessidades operacionais da Goel, grupo conhecido no primeiro encontro e outro caso incrível de uma economia corajosa e generativa!

Icona Flickr rid acesse a photogallery

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Siga-nos:

facebook twitter vimeo icon youtubeicon flickr

EoC-IIN

Logo Eoc iin 01 rid rid

International Incubating Network

leia mais...

Relatório EdC 2016

Cover Edc44 EN modUm ano de vida EdC, estratégias e perspectivas para o futuro. 

 Ir para a versão online

Aderir a EdC

EoC Companies crop banner rid modCadastre a sua empresa no novo site exclusivo: edc-info.org

Descubra mais...

Cidade Nova e EdC

pessoas edc003A revista Cidade Nova tem agora uma página dedicada à Economia de Comunhão, com relatos de pessoas envolvidas com o projeto.

Artigos já publicados:

Escola interamericana reunirá jovens empreendedores - 10/2015
A Aurora de uma nova cultura
- 09/2015
Comunhão e a crise grega - 08/2015
John Nash e a EdC
- 07/2015
Dado empresarial e a prática dos valores da empresa
- 06/2015
Nairóbi, capital de uma nova economia
- 05/2015
EdC e a qualidade do produto
- 04/2015
O lucro não monetário
 - 03/2015
Confiança e análise de risco - 02/2015
Economia e humanismo - 01/2015

O dado das empresas

Logo cube IT 150

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

As tirinhas de Formy!

Ecco Formy rid mod

Conheces a mascote do site Edc?
Leia mais...

A economia da partilha

Chiara_Lubich_1Chiara Lubich

«Ao contrário da economia consumista,
baseada numa cultura do ter,
a economia de comunhão é
economia da partilha...

Leia mais...

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.