Em 10 de novembro, o Gruppo Tassano apresentou à região seu Balanço Social de 2016: "gratidão coletiva" de sócios, cidadãos e instituições

por Antonella Ferrucci

171110 Sestri Levante Tassano 03 rid«A história do Grupo Tassano, poderia ser definida simplesmente como “um milagre”». É assim que o jornalista Roberto Pettinaroli, responsável pela edição Levante de Il Secolo XIX, começa a apresentar o Gruppo na maravilhosa moldura do ex-convento da Anunciação, em Sestri Levante, a uma sala cheia com mais de 300 pessoas. Sócios e trabalhadores das Cooperativas do Gruppo, mas também muitas pessoas que nesses quase 30 anos de atividade, cruzaram a sua estrada como trabalhadores ou beneficiários dos serviços à pessoa que o Gruppo ofereceu; e ainda, as instituições, com as quais o Gruppo pôde criar sinergias tais que permitiram que no Tigullio se realizasse aquele “welfare leve”, solicitado por várias partes e que aqui é tangível, com a plena satisfação dos administradores e dos cidadãos.

Chama-se “Foto de grupo” o balanço social que é apresentado hoje: um título muito adequado, pois aqui tudo fala de “pessoas” e de 171110 Sestri Levante Tassano crop“pessoas no centro”:  «Somos uma rede de empresas que deseja responder através do trabalho voltado às necessidades essenciais da pessoa» diz Simona Rizzi, presidente do Consorzio Tassano Servizi Territoriali. Certamente, num balanço aparecem também os números, visto que Gruppo Tassano significa 6 consórcios, 33 cooperativas sociais e 700 colaboradores, mas também um valor total da produção de mais de 15.809.000 Euros com serviços oferecidos a 4705 usuários diretos e 100.000 indiretos em 35 municípios e territórios pertinentes, mas realmente – é palpável – a centralidade de tudo permanece a pessoa. Vê-se da “gratidão” que nasce como sentimento coletivo das pessoas presentes na sala, durante todo o desenvolvimento do congresso, 171110 Sestri Levante Tassano 05 ridespecialmente quando são nomeadas algumas pessoas que, com as próprias escolhas, deram início a esta história na qual o “trabalho” é o grande protagonista. Um trabalho “verdadeiro” e sempre “procurado” para consentir igualmente às pessoas “especiais”, - assim definidas pela Prefeita de Sestri Levante Valentina Ghio, também ela ex-cooperadora – de ter a própria dignidade trabalhando. «Cada um tem a sua medida, procuremos colocar junto o melhor de cada pessoa, o melhor de tudo aquilo que aquela pessoa pode dar» diz Maurizio Cantamessa, Presidente do Consórcio Tassano. Com a consequência de regenerar as pessoas, que de uma posição de desvantagem tornam-se “recurso”.

171110 Sestri Levante Tassano 04 rid

Tudo isto tem uma raiz: a Economia de Comunhão e daqui a palavra vai aos protagonistas e às testemunhas. Os discursos de Alberto Ferrucci e Luigino Bruni têm justamente o escopo de dar consistência àquelas raizes e de contar a Economia de Comunhão também através de um fruto maduro como o Gruppo Tassano, que aderiu à EdC desde o primeiro momento, em 1991: no final do congresso, uma grande comoção acompanhou a entrega de três placas aos “empresários de comunhão”: Giacomo Linaro, Pierino Cattani e Pierangelo Tassano com os quais esta bela história começou.

Pergunto a Maurizio Cantamessa: “O que os levou a dar o título a esta jornada “Praticar economia em comunhão”, de fato, anunciando novamente com força à região de vocês, aos sócios e aos cidadãos as vossas raizes”?


171110 Sestri Levante Tassano 06 rid«O nosso grupo, após anos de expansão até a Toscana, Emilia Romagna e Piemonte, aos poucos voltou a ser muito territorial, e hoje com os seus 6 consórcios insiste totalmente no território de Tigullio. A nossa “Foto de grupo” hoje mostra uma realidade muito coesa, na qual podemos afirmar que existe uma partilha completa dos valores e também uma compreensão em nível de trabalho quotidiano: era hora de reencontrar-nos, consolidar-nos e partir de novo. O fato de estarmos concentrados no território, entendemos, é muito importante porque favoresce as relações: com as instituições presentes esta tarde, trabalhamos realmente todos os dias, uma ao lado da outra e no que se refere a serviços para a pessoa, é importante “estar lá pessoalmente”».

Para o futuro, o que garante que esses valores irão permanecer na base da vida do Gruppo?

«O Grupo Tassano se tornará uma Fundação. Consideramos que seja este o instrumento jurídico mais adequado para conservar aqueles valores que nos trouxeram até aqui hoje, para além de nós mesmos. Além disso, outra novidade é a “Escola de Economia Civil”: vários profissionais nos ajudam e sentimos o desejo de formar outras pessoas no espírito de Economia de Comunhão».

Veja também o artigo publicado em Il Secolo XIX

 Veja o vídeo institucional do Grupo Tassano:

 Veja o vídeo sobre o Balanço social do Grupo Tassano:

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Siga-nos:

facebook twitter vimeo icon youtubeicon flickr

EoC-IIN

Logo Eoc iin 01 rid rid

International Incubating Network

leia mais...

Relatório EdC 2016

Cover Edc44 EN modUm ano de vida EdC, estratégias e perspectivas para o futuro. 

 Ir para a versão online

Aderir a EdC

EoC Companies crop banner rid modCadastre a sua empresa no novo site exclusivo: edc-info.org

Descubra mais...

Cidade Nova e EdC

pessoas edc003A revista Cidade Nova tem agora uma página dedicada à Economia de Comunhão, com relatos de pessoas envolvidas com o projeto.

Artigos já publicados:

Escola interamericana reunirá jovens empreendedores - 10/2015
A Aurora de uma nova cultura
- 09/2015
Comunhão e a crise grega - 08/2015
John Nash e a EdC
- 07/2015
Dado empresarial e a prática dos valores da empresa
- 06/2015
Nairóbi, capital de uma nova economia
- 05/2015
EdC e a qualidade do produto
- 04/2015
O lucro não monetário
 - 03/2015
Confiança e análise de risco - 02/2015
Economia e humanismo - 01/2015

O dado das empresas

Logo cube IT 150

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

As tirinhas de Formy!

Ecco Formy rid mod

Conheces a mascote do site Edc?
Leia mais...

A economia da partilha

Chiara_Lubich_1Chiara Lubich

«Ao contrário da economia consumista,
baseada numa cultura do ter,
a economia de comunhão é
economia da partilha...

Leia mais...

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.