Depois da EoC Start Up Lab de Fontem, promovida pela EoC-IIN no mês de junho, a empresa malgaxe AMI conta seus progressos.

por Francesca Giglio

AMI Madagascar 01 ridEntre os protagonistas da EoC StartUp Lab realizada em junho deste ano em Fontem, na floresta da República dos Camarões, estavam também dois dos sócios fundadores de AMI (sigla na língua local de “chamado à comunhão”), jovens malgaxes que, formados a uma sólida reciprocidade para com o próximo, compartilham o desejo de viver esta “cultura do dar” também através de uma iniciativa empresarial.

AMI è una giovane start up che nasce come micro azienda biologica, specializzata nella produzione di foie gras del Madagascar, varietà autoctona pregiata a livello internazionale, poiché ottenuta da un’anatra, che si alleva incrociandone due specie particolari e si nutre di solo mais e olio biologico. L’appuntamento in Camerun ha raccolto l’eredità lanciata

AMI é uma jovem start up que nasce como micro-empresa biológica, especializada na produção de foie gras (espécie de patê de fígado, ndt) do Madagascar, variedade nativa de alta qualidade em nível internacional, porque obtida de um pato que se cria cruzando duas espécies especiais e são alimentados somente de milho e óleo biológico. O encontro nos Camarões surgiu da herança do Congresso Internacional de Nairóbi del 2015 ao AMI Logoqual uma das sócias de AMI tinha participado) e depois de dois anos desenvolve um precioso laboratório que, apoiando também na África este novo modo de viver a economia, recolhe projetos inovadores de empresas, apresentados por jovens talentosos e motivados, de vários países do continente.

A aventura que já teve início na AMI, durante o treinamento em Fontem, se reforça e se recarrega de estímulos e competências "Assim que voltamos dos Camarões - conta entusiasmada Haingo Rasoarinoro, uma das idealizadoras da empresa – quisemos logo compartilhar  AMI Madagascar 02 ridcom os que não puderam ir tudo aquilo que vivemos naqueles dias e fortalecer a empresa, reforçando o espírito de comunhão entre nós sócios e dedicando mais tempo e recursos ao projeto, conciliando-o com os nossos trabalhos primários; mesmo se ainda pequena e artesanal, cada um de nós vê um grande potencial na atividade iniciada, tanto como geradora de trabalho para a comunidade local, quanto como oportunidade de nicho de mercado na restauração turística do país. Com base nesta responsabilidade maior, um dos sócios vai acompanhar a criação dos animais e o outro vai ensinar aos colaboradores o processo específico de produção de foie gras, para formar técnicos sempre mais competentes". Além disso, todos os empresários, alternando-se, visitarão a empresa durante a semana, outro elemento que reforça os relacionamentos de colaboração em todos os níveis e faz com que haja um envolvimento maior nas várias fases produtivas, para monitorá-las e melhorá-las, se necessário.

Até agora a providência foi abundante, através de oportunidades para aprender as técnicas produtivas e AMI Madagascar 03 ridencontros com quem nos ofereceu os primeiros terrenos para começar a atividade. Porém, fases de dificuldades não faltaram: de fato, a criação destes patos é um processo delicado e durante algumas fases de doenças dos animais, tivemos que interromper a produção ou enfrentar a escassez de matéria-prima, com produções alternativas menos rentáveis.

Todavia, os sócios da AMI, com o Start Up Lab, carregaram-se também de instrumentos claros para melhorar a rentabilidade, competitividade e durabilidade da empresa: graças à formação teórica e prática entenderam, por exemplo, que se não se interrompe a produção, a rentabilidade em médio-longo prazo se beneficia; foram analisados modelos de business e estratégias de comunicação (como a marca e clientes-alvo) mais eficientes;AMI Madagascar 05 rid conceitos como budget, balanço, previsões de vendas tornaram-se mais familiares. Ou seja, começaram a estudar melhor o projeto dos pontos de vista jurídico, legal, fiscal e financeiro, enfrentando etapas fundamentais que levarão a uma gestão mais completa e profissional da empresa.

No entanto, é contagioso o entusiasmo com o qual Haingo relata como, dos 4-5 sócios iniciais, hoje se tornaram 9, fruto, também eles, das “histórias alegres” compartilhadas sobre o laboratório, e das 2 Mariápolis (1) realizadas durante o ano, onde foi dado um amplo espaço para apresentar os valores da Economia de Comunhão, gerando um grande interesse em orientar o empreendedorismo em Madagascar rumo a estes princípios:AMI Madagascar 04 rid de modo especial, estão entrando na equipe uma jurista, uma especialista em importação-exportação, outros 2 sócios para a  produção e fornecimento direto de patos, mas também outros interessados em colaborar, segundo uma modalidade ainda a ser definida. Tudo contribui para uma expansão da realidade empresarial!

No crescente interesse ao desenvolvimento do mundo EdC no país, alguns representantes da AMI, além disso, se colocaram a disposição para aprofundar algumas aulas através daplataforma EoC-IIN (que promoveu o mesmo Start Up Lab e trabalha hoje para incubar empresas em vários países do mundo), para estar ao lado de quem queira orientar alguma atividade conforme tais valores e responder ao chamado de se tornar um novo "empresário de comunhão".


 1 Manifestação do Movimento dei Focolares que acontece normalmente no verão (ndr).

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Siga-nos:

facebook twitter vimeo icon youtubeicon flickr

Relatório EdC 2016

Cover Edc44 EN modUm ano de vida EdC, estratégias e perspectivas para o futuro. 

 Ir para a versão online

Aderir a EdC

EoC Companies crop banner rid modCadastre a sua empresa no novo site exclusivo: edc-info.org

Descubra mais...

O dado das empresas

Logo cube IT 150

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.