by ronny-andre... da vida das empresas

 

Sementes de EdC em Taiwan: a Holy Love

Reportagem: James Liao deixa um trabalho no banco para se dedicar a uma atividade turística de EdC no Sun Moon Lake

por Benedetto Gui

Nas águas do Sun Moon Lake refletem-se as verdes montanhas da região Holy Love James Liao camp 06 crop ridcentro-oeste de Taiwan, a grande e bela ilha do Mar Chinês que os navegadores portugueses chamaram justamente de Formosa. A sua fama traz aqui, a cada ano, milhões de turistas, até mesmo da China continental. As encostas íngremes são encobertas por uma vegetação exuberante no meio da qual consigo reconhecer touceiras de bambu com quase 15 metros.

James Liao, de uns quarenta anos, magro como muitos dos seus compatriotas, nos espera na entrada de um pequeno cais para nos acomodar na popa da Holy Love, um barco a motor recentemente reconstruído e do qual ele está orgulhoso: é o único de todo o lago que é acessível àqueles que dependem de cadeiras de rodas.

Leia mais...

O cofre do céu que se abre

A experiência do empresário de EdC Gonzalo Perrín contada na Universidade Nacional de Rosário (Argentina), durante o evento: “Subsidiariedade: um compromisso empresarial”.

por Carolina Carbonell

141104 pasticcino11Gonzalo Perrín nunca imaginou que com apenas 29 anos se tornaria administrador de uma empresa de biscoitos. Estudou e se preparou para trabalhar na indústria hoteleira, mas quando conheceu a EdC foi contagiado pela sua filosofia e não hesitou em deixar todo o resto. Hoje administra a empresa Pasticcino, uma fábrica no Polo Solidaridad onde a cada mês são produzidos 2.500.000 de biscoitinhos para acompanhar o café, que depois são distribuídos em 25 redes de lojas. No momento está em projeto a instalação de uma filial no Polo Spartaco, em São Paulo (Brasil).

Em 23 de outubro de 2014 Gonzalo participou da apresentação da EdC na Universidade Nacional de Rosário (Argentina), durante um evento cujo título era: “Subsidiariedade: um compromisso empresarial”.

Leia mais...

De consultor da Coca Cola a empresário da EdC

A opção de um economista espanhol que, fascinado pelos valores da Economia de Comunhão, deixa uma multinacional para fundar uma empresa moldada por aqueles princípios.

por Cristina Sánchez Aguilar

publicado em Alfa y Omega online

Josep Maria Amoros ridO puro lucro nem sempre é o único objetivo do empresário. Existem pessoas, como o catalão Josep María Amorós, que colocam a pessoa em primeiro lugar nas próprias empresas. O projeto Economia de Comunhão, do Movimento dos Focolares, é algo que a priori poderia parecer uma utopia, mas as 840 empresas que o fazem progredir no mundo inteiro, demonstram que não é assim.

O protagonista desta experiência, há dois anos deixou o seu trabalho de consultor da Coca Cola e comprou a Drynuts, uma empresa que vende fruta seca, no mercado nacional e internacional, declarando: «Sentia-me chamado a ser coerente com as minhas convicções e a não contentar-me em fazer um bom trabalho». 

Leia mais...

Um obrigado em coro a João Carlos Pompermayer

Pela sua competência profissional e humana, trouxe contribuições inestimáveis ao Polo Spartaco, que agora é um modelo para o mundo.

publicado em anpecom.com.br

João Carlos Pompermayer 2Pensar em Economia de Comunhão no Brasil é pensar no seu primeiro polo empresarial: Polo Spartaco. E não se pode pensar neste polo sem mencionar a pessoa de João Carlos Pompermayer. Em 2 de julho deste ano ele veio a falecer em Bento Gonçalves-RS. Nos dias que se seguiram, perguntamos a algumas pessoas que conviveram com o empresário brasileiro qual foi a marca deixada por ele nestes anos. Publicamos trechos do que nos escreveram como forma de gratidão em nome de todos os que acreditam e vivem por uma Economia de Comunhão. Com eles, a palavra:

Leia mais...

Economia de Comunhão: aprendendo das abelhas

A história "contracorrente" de Donatella Baldi, apaixonada por abelhas e pela EdC. A sua empresa "Sabores Mediterrâneos" produz mel biológico na província de Pisa.

fonte: Focolare.org

Sapori Mediterranei 02 prodotti rid

Trabalhadoras, constantes, vivem unidas numa só corrente: para Donatella são uma verdadeira paixão. Quando ouviu falar, em 1991, do revolucionário projeto econômico da Economia de Comunhão, ela fundou uma pequena empresa.
niciar uma atividade produtiva não foi fácil. Dificuldades econômicas não permitiam uma renda segura, até que chegou o momento certo e Donatella Paolini Baldi conseguiu: «O número das famílias de abelhas e a quantidade de mel produzido aumentou – ela conta – até o ponto que pude pedir o registro, fazer os diversos procedimentos, constituir uma verdadeira pequena empresa, deixar o outro trabalho e ter uma pequena renda como apicultora».

Leia mais...

Madri: Prêmio pela inovação em segurança nas estradas à empresa de EdC Cidro

O prêmio, oferecido por “Ponle Freno” (grupo de comunicação Atresmedia), foi entregue em 20 de março no Senado.

CidroO sistema de segurança rodoviária CROSSAFE, idealizado pela empresa de EdC espanhola CIDRO ganhou o importante prêmio pela inovação e o desenvolvimento, sorteado pela plataforma espanhola “Ponle Freno”. O prêmio, em sua sexta edição, nasceu para dar um reconhecimento a pessoas, ações e instituições que colaboram ativamente na melhoria da segurança nas estradas espanholas e foi atribuído a CROSSAFE por ser um sistema que permite salvar vidas.

Leia mais...

Argentina: Experiências Contagiosas

A EdC apresenta-se na Escola de Verão organizada pela Universidade Sophia, na Argentina.

por Carolina Carbonell

140123 argentina1Cerca de 80 jovens de todos os países latino-americanos do México para baixo, se reuniram entre 6 e 14 de Janeiro, na Mariápolis Lia (Buenos Aires, Argentina) para participar da segunda edição da Escola de Verão, organizada na Argentina pelo Instituto Universitário Sophia, intitulada "Fundamentos epistemológicos para uma cultura de fraternidade" (1).

Leia mais...

Economia na medida do homem

Ao ser entrevistado pela TV 2000 o empresário Livio Bertola fala sobre a sua adesão aos princípios da Economia de Comunhão e o estilo de vida surpreendente que nasceu desta decisão.

publicado em Focolare.org dia 12/10/2013

Livio Bertola 01Deus escreve certo em linhas tortas; a nós não nos resta que abandonarmo-nos ao seu amor, não obstante os nossos limites”. Livio Bertola, empresário de Marene, Cúneo, conclui com estas palavras a entrevista concedida no dia 30 de setembro de 2013 à jornalista Gabriella Facondo, apresentadora do programa No coração dos dias da rede italiana TV 2000.

Livio falou de quando era jovem, militar em Roma e, ao encontrar um seu conterrâneo, sacerdote, percebera a voz sutil de um chamado que, mais tarde, de novo percebera ainda mais forte, em 1995 quando entrou em contato com o Focolare.

Leia mais...

José (Pepe) Alonso: um rasto de luz

Em 20 de maio de 2013 deixou-nos Pepe Alonso, empresário espanhol da empresa EdC "La Miniera", de Sevilha.

por Elena Bravo e Isaías Hernando

Pepe Alonso ridQuando um amigo vai embora,
parte deixando um rasto
que não pode ser apagado...

Assim se canta numa "Sevilhana" (dança popular de Sevilha) muito conhecida, que Pepe Alonso terá dançado dezenas de vezes com a sua vitalidade característica; ele que sabia desfrutar das festas, no sentido autêntico e profundo.

O grande rasto de luz é justamente o que Pepe deixou atrás de si, como bem exprime o testemunho de um dos funcionários de sua empresa: "Para mim Pepe foi luz, tanto em dias de sol como em dias de trevas. Sempre atento a todos, interessando-se pelos outros... Força e vitalidade, desejo de viver em plenitude. O que mais me marcou foi o seu sorriso que irradiava LUZ".

Leia mais...

João Laurindo, empresário de comunhão

Quando a Edc é uma vocação que surge de longe: quem é João Laurindo, empresário Edc da Movelite, nova empresa do Polo Ginetta e co-fundador da Associação Talita-Cume para recuperação de dependentes químicos

por Emanuele A. Oliveira (*)

Joao LaurindoHá mais de 40 anos João Laurindo atua no ramo de marcenaria. Em 1975, após mais de cinco anos como carpinteiro e marceneiro, decidiu atuar como autônomo e sustentar, com a prestação dos seus serviços, a recém-esposa e todos os nove integrantes da sua original família. Dentro de um ano, mesmo em meio a todas as dificuldades e os aprendizados, já tinha auxiliares e descobriu a sua vocação para formar outros profissionais. Até hoje foram mais de 20 jovens sem profissão ou qualificação que atuam como excelentes marceneiros após iniciarem o aprendizado com ele. A partir de 1978 foi possível realizar importantes investimentos pessoais e profissionais e ao longo dos anos foi conquistando uma clientela cada vez mais fiel, construindo ambientes dos mais variados tipos, dentre eles projetos de: casa ou apartamento inteiro, escritório, recepção e balcão de atendimento, quiosque, loja, estabelecimento em shopping, auditório, centro de convenções, igreja, indústria, bar ou restaurante, banco etc.

Leia mais...

João Tadeu Gallo: lutar até o fim

No dia 17 de agosto de 2012 João Tadeu Gallo, um dos primeiros empresários Edc do Brasil, nos deixou passando a outros "o bastão" de uma novo modo de fazer empresa.

por Ângela Pelizzon e Luiz Colella

joao_tadeu_ridJoão Tadeu Gallo, empresário EdC de Ribeirão Preto-SP partiu aos 60 anos para a casa do Pai, depois de três anos de doença vivida como exemplo di vida, lutando contra um câncer que se manifestou 3 vezes, em formas diferentes. João, porém, combateu sem jamais lamentar-se e com a certeza da vitória: não temos dúvida que tenha sido um vencedor, conquistando o Céu. João Tadeu Gallo fundou a  Ferroleto Comercial em 1989, empresa que trabalha com tubos de aço. A sua adesão à Economia de Comunhão aconteceu no primeiro momento, em 1991. Assim nos escrevem Samantha Gallo (sua filha) e Mário Sérgio Ramos: “Asseguramos que na Ferroleto nada muda. Desde janeiro de 2011 estamos à frente da empresa, junto com nossos colaboradores, continuaremos a conduzir as decisões com os mesmos valores que meu pai a conduziu nesses 23 anos de mercado. Um grande obrigado por todas as orações, e as palavras de encorajamento que vieram de muitos de vocês nesse período”.

Leia mais...

Siga-nos:

facebook twitter vimeo icon youtubeicon flickr

EoC-IIN

Logo Eoc iin 01 rid rid

International Incubating Network

leia mais...

Relatório EdC 2016

Cover Edc44 EN modUm ano de vida EdC, estratégias e perspectivas para o futuro. 

 Ir para a versão online

ANPECOM: o site!

Aderir a EdC

EoC Companies crop banner rid modCadastre a sua empresa no novo site exclusivo: edc-info.org

Descubra mais...

Cidade Nova e EdC

pessoas edc003A revista Cidade Nova tem agora uma página dedicada à Economia de Comunhão, com relatos de pessoas envolvidas com o projeto.

Artigos já publicados:

Escola interamericana reunirá jovens empreendedores - 10/2015
A Aurora de uma nova cultura
- 09/2015
Comunhão e a crise grega - 08/2015
John Nash e a EdC
- 07/2015
Dado empresarial e a prática dos valores da empresa
- 06/2015
Nairóbi, capital de uma nova economia
- 05/2015
EdC e a qualidade do produto
- 04/2015
O lucro não monetário
 - 03/2015
Confiança e análise de risco - 02/2015
Economia e humanismo - 01/2015

O dado das empresas

Logo cube IT 150

A nova revolução para a pequena empresa.
Dobre! Jogue! Leia! Viva! Compartilhe! Experimente!

O dado das empresas agora também em português!

Documento de Identidade da EdC

logo_edc_benv A Economia de Comunhão (EdC) é um movimento que envolve empresários, empresas, associações, instituições econômicas, mas também trabalhadores, gestores, consumidores, poupadores, pesquisadores, operadores econômicos, pobres, cidadãos, famílias. Foi fundada por Chiara Lubich em maio de 1991 em São Paulo, no Brasil.
Leia mais... 

Linhas para a gestão de uma empresa de EdC

Binari_rid_modA Economia de Comunhão propõe às organizações produtivas que fazem própria a sua mensagem e a sua cultura, as “Linhas para a gestão de uma empresa”, escritas à luz da vida e da reflexão de milhares de empresários e trabalhadores...
Leia mais...

As tirinhas de Formy!

Ecco Formy rid mod

Conheces a mascote do site Edc?
Leia mais...

A economia da partilha

Chiara_Lubich_1Chiara Lubich

«Ao contrário da economia consumista,
baseada numa cultura do ter,
a economia de comunhão é
economia da partilha...

Leia mais...

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.